terça-feira, 26 de maio de 2009

MERENDA ESCOLAR

Hoje pela manhã participamos de uma reunião no auditório da Faculdade de Medicina onde fomos apresentados ao PAA - Programa de Aquisição de Alimentos do governo federal. O Programa de Aquisição de Alimentos é uma das ações do Fome Zero, cujo objetivo é garantir o acesso aos alimentos em quantidade, qualidade e regularidade necessárias às populações em situação de insegurança alimentar e nutricional e promover a inclusão social no campo por meio do fortalecimento da agricultura familiar.

O Programa adquire alimentos, com isenção de licitação, por preços de referência que não podem ser superiores nem inferiores aos praticados nos mercados regionais, até o limite de R$ 3.500,00 ao ano por agricultor familiar que se enquadre no Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar – PRONAF, exceto na modalidade Incentivo à Produção e Consumo do Leite, cujo limite é semestral.

Nessa reunião recebemos orientação de como fazer o cadastro e depois de feito a partir de julho ou agosto estaremos recebendo na escola os produtos da COOPAPI - Cooperativa Potiguar de Apicultura e ASPROLE - Associação dos Produtores de Leite. Amanhã estaremos encaminhando para a CERVAP o os dados cadastrais da escola.

As cooperativas fornecerão os seguintes produtos:MEL, CASTANHAS DE CAJÚ, POLPA DE FRUTAS, QUEIJO, DOCES E BEBIDAS LÁCTEA.

sexta-feira, 22 de maio de 2009

EDUCAÇÃO COM SAÚDE.

Os alunos da E. M. Genildo Miranda receberam nesta sexta-feira, a equipe do Programa de Prevenção em Saúde Bucal, a equipe composta pela Drª Lidiana Souza e as agentes comunitárias do Posto de Saúde Elias Honorato Bezerra (Alagoinha). A visita na escola aconteceu no horário das 9 às 11 horas, na oportunidade a Drª Lidiana falou sobre a importância de prevenir a cárie e outras doenças bucais. Após a palestra houve a distribuição dos kits, escovação coletiva e aplicação de flúor. Além disso, também é feito um trabalho individual por meio da “escovação orientada”, onde cada aluno recebe dicas de como fazer a escovação corretamente.

Muito bom mesmo, parabéns para toda a equipe que é nota 10.

sábado, 16 de maio de 2009

VISITA AO MEMORIAL DA RESISTÊNCIA E EXPOTUBA.






Sábado de sol Aluguei um caminhão Prá levar a galera Prá ver tubarão...
(adaptado dos Mamonas Assassinas)


sábado, 9 de maio de 2009

MÃE MÁ

“Um dia quando meus filhos forem crescidos o suficiente para entender a lógica que motiva os pais e mães, eu hei de dizer- lhes: - Eu os amei o suficiente para ter perguntado aonde vão, com quem vão e a que horas regressarão.- Eu os amei o suficiente para não ter ficado em silêncio e fazer com que vocês soubessem que aquele novo amigo não era boa companhia. - Eu os amei o suficiente para os fazer pagar as balas que tiraram do supermercado ou revistas do jornaleiro, e os fazer dizer ao dono: “Nós pegamos isto ontem e queríamos pagar”.- Eu os amei o suficiente para ter ficado em pé, junto de vocês, duas horas, enquanto limpavam o seu quarto, tarefa que eu teria feito em 15 minutos. - Eu os amei o suficiente para os deixar ver além do amor que eu sentia por vocês, o desapontamento e também as lágrimas nos meus olhos.- Eu os amei o suficiente para os deixar assumir a responsabilidade das suas ações, mesmo quando as penalidades eram tão duras que me partiam o coração. - Mais do que tudo, eu os amei o suficiente para dizer-lhes NÃO, quando eu sabia que vocês poderiam me odiar por isso (e em alguns momentos até odiaram).Essas eram as mais difíceis batalhas de todas. Estou contente, venci...Porque no final vocês venceram também! E em qualquer dia, quando meus netos forem crescidos o suficiente para entender a lógica que motiva os pais e mães; quando eles lhes perguntarem se sua mãe era má, meus filhos vão lhes dizer:“Sim, nossa mãe era má. Era a mãe mais má do mundo...As outras crianças comiam doces no café e nós só tinhamos que comer cereais, ovos, torradas. As outras crianças bebiam refrigerante e comiam batatas fritas e sorvetes no almoço e nós tinhamos que comer arroz, feijão, carne, legumes e frutas. Mamãe tinha que saber quem eram nossos amigos e o que nós fazíamos com eles.Insistia que lhe disséssemos com quem iamos sair, mesmo que demorássemos apenas uma hora ou menos. Ela insistia sempre conosco para que lhe disséssemos sempre a verdade e apenas a verdade. E quando éramos adolescentes, ela conseguia até ler os nossos pensamentos. A nossa vida era mesmo chata!Ela não deixava os nossos amigos tocarem a buzina para que saíssemos; tinham que subir, bater à porta, para ela os conhecer. Enquanto todos podiam voltar tarde tarde da noite com 12 anos, tivemos que esperar pelos menos 16 para chegar um pouco mais tarde, e aquela chata levantava para saber se a festa foi boa (só para ver como estávamos ao voltar).Por causa de nossa mãe, nós perdemos imensas experiências na adolescência. - Nenhum de nós esteve envolvido com drogas, em roubo, em atos de vandalismo, em violação de propriedade, nem fomos presos por nenhum crime.FOI TUDO POR CAUSA DELA!” Agora que já somos adultos, honestos e educados, estamos fazendo o melhor para sermos “PAIS MAUS”, como minha mãe foi. EU ACHO QUE ESTE É UM DOS MALES DO MUNDO DE HOJE: NÃO HÁ SUFICIENTES MÃES MÁS! Aquelas que já são mães, que não se culpem, e aquelas que serão, que isso sirva de alerta!

Enviado por Profª Aila Oliveira

quinta-feira, 7 de maio de 2009

ELA VOLTOU!!! UHUUU, A ESTRADA VOLTOU!!!!




A estrada está de volta e as aulas também. A motoniveladora fez os reparos necessários para que o trânsito voltasse ao normal. As comunidades que estavam estavam sem atendimento do transporte escolar já voltaram a receber o serviço.

segunda-feira, 4 de maio de 2009

Educar é tudo

video

APERTEM OS CINTOS, A ESTRADA SUMIU!!!

Senegal
Senegal
Bueira após Rancho Verde
Bueira após Rancho Verde
Oiticica
A forte chuva que caiu na tarde de sábado (02/05) e entrando na madrugada do domingo na zona rural de Alagoinha, provocou em pouco tempo, estragos e prejuízos. A estrada não suportou as águas e cedeu em vários pontos. Queda de árvores e desabamento de barreiras na estrada foram registrados durante o período. Os pontos mais críticos são: Bueira no Rancho verde, Arisco I, Senegal e Carrapateira (coqueiro). A PMM fez o conserto da estrada havia poucos dias, mas a forças das águas foi superior.

sexta-feira, 1 de maio de 2009

1º de Maio – Dia Mundial do Trabalho

O Dia Mundial do Trabalho foi criado em 1889, por um Congresso Socialista realizado em Paris. A data foi escolhida em homenagem à greve geral, que aconteceu em 1º de maio de 1886, em Chicago, o principal centro industrial dos Estados Unidos naquela época.

Milhares de trabalhadores foram às ruas para protestar contra as condições de trabalho desumanas a que eram submetidos e exigir a redução da jornada de trabalho de 13 para 8 horas diárias. Naquele dia, manifestações, passeatas, piquetes e discursos movimentaram a cidade. Mas a repressão ao movimento foi dura: houve prisões, feridos e até mesmo mortos nos confrontos entre os operários e a polícia.

Em memória dos mártires de Chicago, das reivindicações operárias que nesta cidade se desenvolveram em 1886 e por tudo o que esse dia significou na luta dos trabalhadores pelos seus direitos, servindo de exemplo para o mundo todo, o dia 1º de maio foi instituído como o Dia Mundial do Trabalho.

O Dia do Trabalho no Brasil

No Brasil, como não poderia deixar de ser, as comemorações do 1º de maio também estão relacionadas à luta pela redução da jornada de trabalho. A primeira celebração da data de que se tem registro ocorreu em Santos, em 1895, por iniciativa do Centro Socialista, entidade fundada em 1889 por militantes políticos como Silvério Fontes, Sóter Araújo e Carlos Escobar. A data foi consolidada como o Dia dos Trabalhadores em 1925, quando o presidente Artur Bernardes baixou um decreto instituindo o 1º de maio como feriado nacional. Desde então, comícios, pequenas passeatas, festas comemorativas, piqueniques, shows, desfiles e apresentações teatrais ocorrem por todo o país.

Com Getúlio Vargas – que governou o Brasil como chefe revolucionário e ditador por 15 anos e como presidente eleito por mais quatro – o 1º de maio ganhou status de “dia oficial” do trabalho. Era nessa data que o governante anunciava as principais leis e iniciativas que atendiam as reivindicações dos trabalhadores, como a instituição e, depois, o reajuste anual do salário mínimo ou a redução de jornada de trabalho para oito horas. Vargas criou o Ministério do Trabalho, promoveu uma política de atrelamento dos sindicatos ao Estado, regulamentou o trabalho da mulher e do menor, promulgou a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), garantindo o direito a férias e aposentadoria.

Na Constituição de 1988, promulgada no contexto da distensão e redemocratização do Brasil após a ditadura militar (que perseguiu e colocou no mesmo balaio liberais, comunistas e cristãos progressistas), apesar de termos 80% dos tópicos defendendo a propriedade e meros 20% defendendo a vida humana e a felicidade, conseguiu-se uma série de avanços – hoje colocados em questão – como as Férias Remuneradas, o 13º salário, multa de 40% por rompimento de contrato de trabalho, Licença Maternidade, previsão de um salário mínimo capaz de suprir todas as necessidades existenciais, de saúde e lazer das famílias de trabalhadores, etc.

A luta de hoje, como a luta de sempre, por parte dos trabalhadores, reside em manter todos os direitos constitucionais adquiridos e buscar mais avanços na direção da felicidade do ser humano.

fonte: http://www.culturabrasil.pro.br